Cidadania Portuguesa
Cidadania Italiana
Pesquisa genealógica

O seu mundo
sem fronteiras.

Graças à dupla cidadania, você e sua família têm a liberdade de viver, estudar e viajar para qualquer lugar sem burocracia, com garantia de segurança e todos os direitos.

Aqui você não fala com um robô! Atendimento personalizado.

Saiba se você tem direito:

Cidadania Italiana

Filho, Neto e Bisneto de Português

Descendentes de Judeus Sefarditas

Cônjuge de Português I União Estável

Filhos de Estrangeiros Nascidos em Portugal

Por Tempo de Residência em Portugal

Filho Menor de Português Naturalizado

Vantagens de da dupla cidadania

Verifique a documentação necessária para todos os casos de nacionalidade

A orientação de um advogado é essencial para verificar se você tem direito à nacionalidade, além de auxiliar na busca, organização dos documentos e protocolar o pedido junto à justiça portuguesa.

Por que escolher a BemPensado?

Processos ágeis:

Se a viabilidade do seu caso for confirmada e a documentação estiver pronta, seu pedido será protocolado rapidamente, em até um mês.

Análise gratuita:

Oferecemos uma análise de viabilidade do seu caso sem qualquer custo.

Atendimento personalizado:

Nosso atendimento é direto com a equipe jurídica, sem uso de robôs ou mensagens automáticas, garantindo orientações claras e precisas.

Compromisso contínuo:

Nossa excelência no atendimento vai além da venda, com disponibilidade, transparência e comunicação durante todo o processo.

Equipe internacional:

Contamos com advogados inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil e na Ordem dos Advogados Portugueses, além de consultores com vasta experiência em processos migratórios.

Mais serviços

Consultoria para Vistos Brasil - Portugal

Atendimento personalizado para quem deseja solicitar vistos temporários e de residência em Portugal.

Vistos de Residência:

Novos vistos em Portugal:

Visto de Procura de Trabalho (CPLP)

Nômades Digitais

Tech Visa; Startup Visa

Outros serviços:

Reconhecimento de União Estável em Tribunal Português

Para processos de obtenção de nacionalidade por meio de cônjuge, é imprescindível que o casamento seja formalmente reconhecido em Portugal.

Inscrição de Engenheiros na Ordem em Portugal

A filiação na ordem profissional é essencial para exercer certas atividades profissionais em Portugal.

Revalidação de Diploma de Medicina e Enfermagem

A homologação de um diploma estrangeiro em Portugal é essencial para quem deseja trabalhar de acordo com as normas portuguesas.

Reconhecimento de sentença estrangeira:

Em caso de divórcio entre um estrangeiro e um cidadão português, é obrigatório reconhecer o divórcio em Portugal. Caso contrário, um novo casamento pode ser considerado nulo.

Quem somos:

Na BemPensado Consultoria Internacional, unimos inteligência e inovação para agilizar o acesso à nacionalidade portuguesa a todos que possuem esse direito. Somos jovens, destemidos e atentos às transformações dos processos migratórios e suas legislações.

Por isso, valorizamos o atendimento personalizado e exclusivo para cada cliente. Não usamos robôs e apostamos na transparência, agilidade e precisão em todas as etapas de um processo.

Fundada pela advogada especialista em Direito Migratório e Administração Pública, Izabela Vasconcelos, que é habilitada na Ordem dos Advogados Portugueses (CP 63587L) e na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a BemPensado Consultoria Internacional tem como objetivo transformar vidas garantindo livre acesso ao mundo para quem deseja ter a nacionalidade portuguesa e residir legalmente no país.

Copyright 2024 © BemPensado Assessoria em Imigração – Todos os direitos reservados.

Descendentes de Judeus Sefarditas

Descendente de judeus sefarditas originários de Portugal, que deixaram o país devido às perseguições promovidas pela inquisição na Península Ibérica, entre os séculos XV e XIX, tem direito à nacionalidade portuguesa. O descendente precisa comprovar pertencimento a uma comunidade sefardita de origem portuguesa e apresentar o certificado da comunidade judaica com estatuto de pessoa coletiva religiosa. Não há limite de grau de descendência para a solicitação. Com o novo regulamento da Lei da Nacionalidade Portuguesa, agora também é necessário comprovar vínculos com a comunidade portuguesa, como direito a herança sobre imóveis, participações em sociedades comerciais ou cooperativas sediadas em Portugal ou viagens regulares ao território português. Não perca tempo: há propostas de alteração da Lei da Nacionalidade Portuguesa sendo avaliadas pelo Parlamento de Portugal e o direito para descendentes de judeus sefarditas pode ser extinto no final de 2023.

Cidadania Italiana

Periodicamente a lei de nacionalidade italiana sofre alteração. Atualmente não é preciso cumprir requisitos para ter direito a cidadania italiana, mas há proposta parlamentar de exigir requisitos da terceira geração em diante. Não espere por uma mudança para se tornar um cidadão italiano. A lei se encontra favorável neste momento.

Filho, Neto e Bisneto de Português

Para os filhos de portugueses, que foram registrados, pelo português, até os 18 anos, existe o direito à cidadania portuguesa. Neste caso, se o filho estiver vivo, a nacionalidade portuguesa pode ser transmitida de pai para filho até chegar ao bisneto do português. Se o filho do português não estiver mais vivo, a nacionalidade portuguesa pode ser transmitida de avô para neto. É importante a ajuda de um profissional habilitado para fazer o devido enquadramento jurídico, pois cada caso é único. Isso vale, especialmente, para os netos de portugueses porque podem acessar o direito da nacionalidade portuguesa por atribuição, mas devem comprovar a ascendência lusitana com certidões e vínculos com a comunidade portuguesa, que pode ser o conhecimento da língua portuguesa.

Cônjuge de Português I União Estável

Estrangeiro em casamento ou união estável com um português pode solicitar a nacionalidade portuguesa, independentemente do sexo. Para casais sem filhos, é necessário comprovar, pelo menos, cinco anos de união. Se tiver filhos registrados como português, o tempo mínimo de união diminui para três anos. Em alguns casos será preciso comprovar vínculo com a comunidade portuguesa. A apresentação da certidão de casamento ou reconhecimento judicial da união estável é imprescindível para o pedido.

Filhos de Estrangeiros Nascidos em Portugal

Para quem é filho de estrangeiro, mas nasceu no território português há o direito à nacionalidade portuguesa. Mas, para isso é preciso que no momento do nascimento um dos progenitores resida legalmente em Portugal, ou aqui resida, independentemente do título, há pelo menos um ano.

Por Tempo de Residência em Portugal

Estrangeiro que reside legalmente em Portugal por pelo menos cinco anos consecutivos ou intercalados, dentro do período de 15 anos, pode solicitar a dupla nacionalidade por aquisição. Estrangeiros que não são de países de língua portuguesa devem comprovar proficiência em língua portuguesa.

Filho Menor de Português Naturalizado

Estrangeiro que adquiriu a nacionalidade portuguesa de forma derivada pode transmitir o direito aos filhos menores de idade. Em alguns casos será preciso comprovar vínculo com a comunidade portuguesa.